ATIVIDADE FÍSICA

Dentre os principais benefícios das atividades físicas e esportivas, destacam-se promoção da saúde e bem-estar, melhorando flexibilidade, equilíbrio, ganho de massa óssea, força muscular e diminuição do peso. Além disso, essas atividades desenvolvem a autodisciplina, cooperação e trabalho em equipe. Dependendo da faixa etária, são recomendadas atividades físicas compatíveis com o grau de desenvolvimento (ver quadro abaixo):




É indiscutível os benefícios da prática regular de exercícios físicos para a saúde física, mental e formação de hábitos na criança e adolescente. Um estudo realizado nos Estados Unidos demonstrou que o aumento do incentivo à prática esportiva diminuiu o uso de drogas e a gravidez na adolescência.


Atualmente, a maioria das crianças e adolescentes substitui as atividades físicas pelo computador, videogame ou TV. Pesquisa recente realizada no município de Niterói, RJ, revelou que 90 a 95% dos adolescentes são sedentários.


Para transformar essa realidade, devemos oferecer às crianças e adolescentes atividades físicas e esportivas que sejam ao mesmo tempo lúdicas e prazerosas, necessitando do estímulo e participação dos pais, da escola e da sociedade, valorizando esse tipo de atividade.



Avaliação Cardiovascular antes de Atividade Física

Antes de iniciar atividades físicas ou esportivas, as crianças e os adolescentes devem ser avaliados por um pediatra ou hebiatra e, se necessário, também por um cardiologista, especialmente se na família tiver antecedentes de doenças do coração, visando prevenir a “morte súbita” que, eventualmente, acomete alguns atletas.




Academia e Imagem Corporal



A preocupação com a aparência física está cada vez mais presente na vida dos adolescentes, ou seja, ser bonito(a), musculoso(a), magro(a) e saudável.


Normalmente, na academia as adolescentes buscam perder peso e os adolescentes querem aumentar tanto a massa como a força muscular. No entanto, o desenvolvimento do sistema musculoesquelético nos meninos tem início durante o estirão de crescimento indo até 1 ano após seu término. É importante salientar que a musculação precoce e ou intensa está associada a lesões musculares, lombalgia, vícios posturais e inibição do crescimento ósseo.

Vale ressaltar que o treinamento esportivo em excesso tanto em intensidade como em duração pode provocar estresse e lesões.


A insatisfação com a própria imagem corporal pode estar associada a transtornos alimentares, autoestima baixa, dificuldades nos relacionamentos e depressão. Para tentar resolver essa insatisfação, os adolescentes que frequentam academias têm utilizado suplementos e anabolizantes (“bombas”) que podem causar diversos problemas de saúde tais como: acne, impotência sexual, calvície, aumento da pressão arterial e problemas cardíacos, aumento do colesterol ruim e nas meninas aumento dos pelos, engrossamento da voz e distúrbios menstruais entre outros. Além disso, dietas milagrosas e rígidas, cirurgias estéticas como lipoaspiração, implante de silicone etc têm sido também usados na busca incessante por um corpo “perfeito” socialmente imposto.



Alerta!

Em pesquisa recente, observou-se que 25% dos suplementos são contaminados com anabolizantes que geralmente são sugeridos e orientados nas academias ou por amigos. Esses produtos devem ser utilizados somente com indicação e orientação de um profissional da área da saúde (sempre sob supervisão).



Atividade Física e Alimentação